Encontros na Ilha

Uma série de discussões que acontecem na ilha deserta popularmente conhecida como ilha do Presídio, localizada no Guaíba, próxima a Porto Alegre.

Considerada uma força gravitacional da 9ª Bienal do Mercosul | Porto Alegre, a ilha das Pedras Brancas, também conhecida como ilha do Presídio, foi uma prisão política durante a ditadura no Brasil. Seu edifício único, construído em 1956, esteve abandonado por muito tempo e, pouco a pouco, o clima desfez a sua arquitetura e acesso. Embora os Encontros na Ilha ancorem ali, a ilha não é um local para a arte site-specific. Ao invés disso, a ilha é espaço para embarcar em uma viagem através da extemporaneidade da invenção, revisitando momentos de rejeição de pensamentos radicais e impulsionando novas descobertas.

Encontros na Ilha é uma série de viagens mensais até a ilha do Presídio, de maio a novembro de 2013. Para cada uma dessas viagens de campo, um grupo de cerca de dez artistas, intelectuais e educadores foi convidado a participar da discussão proposta no encontro. Cada um dos convidados contribui com dois textos: um antes da viagem, denominado Percepções, e outro depois da viagem e da discussão realizada, as Reflexões. Além desses textos, seis ensaios sobre ilhas e prisões foram comissionados como Inflexões do programa – seus autores são considerados os capitães dos encontros. Por fim, em cada encontro um artista contribui com suas Impressões visuais sobre ilhas em geral e sobre um encontro em particular. Todas as contribuições são publicadas progressivamente aqui no website da 9ª Bienal.

Embora a ilha não seja de fácil acesso ao público, esta publicação online é a principal plataforma para compartilhar Encontros na Ilha. Durante a exposição da Bienal – de 13 de setembro a 10 de novembro de 2013 – a Fundação Vera Chaves Barcellos sedia um meta-programa de Encontros na Ilha para marinheiros e o público em geral. Os interessados são incentivados a fazer o seu próprio piquenique, bem como trazer suas ideias, leituras e músicas sobre ilhas para ler ou cantar sozinho. Esses programas acontecem nos domingos seguintes a cada encontro. Para detalhes, consulte o calendário.

You Might Also Like
Deixe uma resposta